Leitura

29 02 2012

Dos livros
Leio poucas páginas por vez
Mas leio-as bastante.

Lucas De Nardi





Sobre incertezas

28 02 2012

Eu penso nela…
mas é medo, o que sinto ao desejá-la.

Porque é perigo
esperar que tudo no mundo
ocorra de acordo com minha imaginação.

É achar que o Sol
que vive eternamente no céu
brilhará todos os dias sob um manto azul.

Amoroso





Lavoura Arcaica, Raduan Nassar

14 02 2012

…e se acaso distraído eu perguntasse “para onde estamos indo?” – não importava que eu, erguendo os olhos, alcançasse paisagens muito novas, quem sabe menos ásperas, não importava que eu, caminhando, me conduzisse para regiões cada vez mais afastadas, pois haveria de ouvir claramente de meus anseios um juízo rígido, era um cascalho, um osso rigoroso, desprovido de qualquer dúvida: “estamos indo sempre para casa“.





Em noites de Lua cheia

9 02 2012

Em noites de Lua cheia a cidade deveria apagar suas luzes…

1Menino.Só

Foto: Rafaela Camerini





Belos e Malditos, F. Scott Fitzgerald

8 02 2012

“Ao chegar em casa sua imaginação pululara de sonhos fantásticos e espantosos. De repente não havia mais problema na sua cabeça, nenhuma questão eterna a ser resolvida e tornar a ser resolvida. Ele sentira uma emoção que não era nem física nem mental, nem apenas uma mistura dos dois, e o amor pela vida pela vida absorveu-o, por enquanto, com a exclusão de tudo mais. Ele se dava por satisfeito de deixar que essa experiência permanecesse isolada e singular”

 





Trecho de Amor à primeira vista

5 02 2012

“Porque afinal cada começo
é só continuação
e o livro dos eventos
está sempre aberto no meio.”

Wisława Szymborska





Da série Poemas antigos, quase esquecidos

1 02 2012

Todos são turistas no Verão
Mesmo aqueles que ficam onde sempre estão
São turistas das culturas que outros trarão
Nas mesmas paisagens verás milhares de novidades
Serão novos os mesmos lugares

A cada amanhecer, gente nova pra se ver
A cada dia aquele que ali mora é mais turista
Todos são passageiros no Verão que por nós passa
Os que partem porque se vão
E os que ficam pelo que lembrarão

1Menino.Só