Invernal

24 08 2010

Vivemos um inverno cinza, frio e tristonho. Os dias eram curtos, os pensamentos turvos e nada parecia sair do lugar. Noites e dias se confundiam como acordar dentro de um sonho…
Aos poucos, a primavera se anuncia. As cores nascem no céu e transbordam nas ruas. Há clareza no passar das horas. O vento fez-se de novo um amigo macio e necessário.
Esfrego bem meus olhos, enxergo ao longe o infinito. Sorrio para a Vida! Que seja plena, que seja bela, por onde quer que ela ande.

Lucas De Nardi

Anúncios




De como conheço as pessoas…

24 08 2010

Conheço uma pessoa pela que ela me fala
E pelo que me falam dela…
Às vezes, por fatos que lhe ocorreram
Noutras, pelo que deixou de acontecer…
Mas também pelo que espera vir.

Conheço pessoas pela forma como tudo lhe passa
Ou, como depois de tudo, as coisas se encaixam.
Conheço-as pelo que nos aproxima…
…ou nos afasta.

E assim saberei se seremos, na caminhada, amigos
Ou se um sorrirá, enquanto o outro passa…

1Menino.Só





Ausência

24 08 2010

Estive ausente… meu computador adormeceu e não queria mais deixar-me viver as palavras nas madrugadas silenciosas. Arrumei logo um jeito de trazê-lo de volta e alegro-me em saber que posso de novo ser eu mesmo, enquanto palavra.

Lucas De Nardi





Há uma linda noite lá fora

1 08 2010

Há uma linda noite fria lá fora
Eu só queria a praia como paisagem
E cobertores como proteção…

Lucas De Nardi

Sempre linda, a noite cobre o dia





1 08 2010

Sou um homem de incertezas
Sou um ser de defeitos

Não trago títulos nas costas
Não tenho comandos nas palavras

Em mim apenas a Liberdade…
E a incalculável chance de ser o que imagino

Lucas De Nardi